top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe ENE

Resistência ao Fluxo Divino




Estou resistindo ao Fluxo Divino?


Essa é uma pergunta muito frequente que chega até nós.


São muitos os comportamentos que podemos ter que evidenciam resistência ao Fluxo.


Fluxo Divino é o transcorrer da vida com todas as situações, pessoas; cada instante; cada acontecimento.


O Fluxo Divino é o Todo, o Tao, O Caminho.


Tudo está no Todo, então tudo é Fluxo Divino.


Até as coisas ruins?

No Fluxo Divino não existe nada ruim, tudo existe como possibilidade para o processo evolutivo.

O Fluxo Divino são todas as possibilidades.


Nossas escolhas estarão conectadas com outras escolhas e para cada uma caberá também renúncias e consequências. Nossa frequência vibracional é sempre coerente com as escolhas que fazemos e nossas vibrações impactam no nosso potencial para atrair situações, pessoas, acontecimentos, circunstâncias dentre todas as possibilidades, formando uma teia de eventos no Fluxo da vida.


Fluxo Divino é a vida que se revela a cada instante do precioso Agora.


Seguimos no Fluxo.


Deveríamos seguir leves, confiando; e se nos soltássemos com confiança teríamos, no Fluxo, a Graça Divina.


Se assim fosse estaríamos recebendo Graça e mais Graça e tudo seguiria para utilização do melhor dos nossos recursos e de todo o nosso potencial.


Acontece que buscamos um ideal de felicidade para este plano e esse ideal consiste na satisfação dos desejos do ego. Ideal quase sempre cravado na materialidade.


Busca incessante por coisas, objetos, bens.


Desejo por obter mais e mais.


Além de coisas materiais, também desejamos relacionamentos, carinho, afeto, amor.


Dificilmente nos sentimos plenos, há sempre algo que precisa ser acrescentado; lacunas a serem preenchidas.


Esse sentimento de falta, de escassez, nos coloca na frequência do medo e passamos a desejar ter o controle do Fluxo.


Acontece que o Fluxo é o Todo e o Todo não pode ser controlado.


Então começam as resistências.


Como podemos identificá-las?


Sempre que queremos controlar as circunstâncias da vida estamos resistindo ao Fluxo Divino.


Esse desejo pelo controle é um comportamento muito frequente, entranhado nas minúcias do viver; um hábito muitas vezes imperceptível que torna mais difícil cocriar as melhores coisas para a vida porque nos impede de viver a plenitude de todas as Graças do Fluxo Divino.


O que queremos controlar?


Para essa resposta cabe muita observação e reflexão.


Em um único dia podemos observar quantas vezes desejamos ter o controle das situações.


Isso pode ser observado quando nos sentimos contrariados ou ficamos aborrecidos quando as situações não acontecem como gostaríamos que acontecessem ou como acreditamos que deveriam acontecer.


Quando nos deparamos com pessoas se comportando de maneira que não nos agrada ou não satisfaz.


Quando não obtemos os resultados que desejamos com nossas ações.

E nos frustramos porque algo não aconteceu quando e como gostaríamos que tivesse acontecido.


Quando dizemos não para situações as quais deveríamos dizer sim e vice e versa.


Quando não queremos que as coisas mudem e elas mudam, porque sempre muda.


Ou quando não aceitamos as mudanças naturais do fluir da vida.


Ou quando surgem as oportunidades para mudar as coisas que queremos que mudem mas não empreendemos ações para promover a mudança desejada.


Quando ficamos insatisfeitos com resultados das escolhas que fazemos.


Quando ficamos tristes em demasia.


Quando ficamos com raiva, aborrecidos.


Quando não perdoamos.


Quando ficamos desanimados.


Quando reclamamos.


Quando não aceitamos a vida como ela é.


Resistência ao Fluxo pode ser observada quando queremos controlar tudo que nos acontece.


O Fluxo Divino é AMOR o tempo todo.


Porque o Fluxo Divino é o Todo.


Se resistimos ao Fluxo Divino estamos resistindo ao Todo.


Também podemos reconhecer a resistência em tudo o que não aceitamos; rejeitamos e queremos excluir. Nada pode ser excluído do Todo, então toda forma de preconceito é resistência ao Fluxo Divino.


Quando não acolhemos aqueles que precisam; quando não sentimos compaixão.


Quando não empregamos nossos esforços para o bem.


Quando não ajudamos.


Tudo tem uma razão para estar em nosso Fluxo Divino.


No Fluxo Divino estão as Graças Divinas que são derramadas o tempo todo sem cessar.


Coisas maravilhosas acontecem pela Graça Divina.


Coisas que não gostaríamos que acontecessem também podem vir a nós pela Graça, embora possamos não entender os propósitos do Todo, mas também podem acontecer devido às nossas sombras.


As sombras impactam no Fluxo dos acontecimentos e cabe a nós lidar com as consequências que elas trazem.



Como NÃO resistir ao Fluxo Divino?


É preciso conscientizar-se das resistências e abrir mão do ego.


Compreender e aceitar que todos os acontecimentos da vida estão no Fluxo Divino.


Reconhecer, acolher e parar de reprimir as sombras. É preciso dar luz às sombras.


Aceitar a vida, as circunstâncias, as pessoas; aceitar a si.


Confiar no Amor do Todo, confiar no fluxo de acontecimentos que sempre irá nos prover com tudo o que precisamos.


Estamos no Todo que é amor, alegria, abundância, então, se aceitamos isso, se confiamos realmente nisso, não precisamos ter medo de nada e podemos seguir com leveza na corrente do Tao.


Não resistir ao Fluxo Divino é primordial para soltar e soltar é o grande segredo para a cocriação de tudo que for melhor.


Não tenha medo.

Não resista.

Confie Naquele que é o sustento da vida.

O Todo, Deus, O Criador, O Tao.


Com todo meu amor,

Valéria Campos




 

Cursos, reprogramações e meditações relacionadas com o texto




MEDITAÇÃO CONFIANÇA NO FLUXO


As meditações e reprogramações são práticas muito benéficas e que ajudam a mudar padrões de pensamentos e sentimentos.


Aproveite esta meditação para relaxar profundamente e conectar-se com a fonte divina, com o nosso Criador.


Relaxe e sinta, que quando permitimos que a vida siga naturalmente o fluxo divino, despertamos a consciência de que tudo está como deve ser!




REPRÔ FLUÊNCIA DIVINA


Nessa reprogramação, Pat Poll nos propõe reflexões e exercícios para que possamos aprender a entrar em fluxo com o TODO. Desde pequenos somos ensinados a não ser espontâneos, somos ensinados a competir uns com os outros, a nos comparar e assim vamos deixando de enxergar quem realmente somos.


Pat nos convida a fazer essa aventura, divertida, gostosa que é entrarmos dentro de nós mesmos, nos conhecendo e percebendo que somos seres únicos, incomparáveis, inigualáveis e que viemos para viver essa verdade e assim entrar em fluxo com o TODO.




Posts recentes

Ver tudo

Felicidade

Comments


bottom of page